segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Espera(ança)

A espera já se cansa
De todos esses anos,
De todos essas estradas,
Da vida passar.

A espera pode até
Esperar a resposta
Do antecedente
Futuro que é,

Do que se passa,
Do que se fica,
Do que se pode.

E, talvez,
Quem dera,
Outra vez,

Possuir a flecha
Que derrubou o muro,
Que fez a cachoeira parar,
Que fez o coração bater.

E, talvez,
A espera
Possa ser
A minha esperança.



- Vitor Rabelo de Sá
( 30 / 12 / 2013 )


Nenhum comentário:

Postar um comentário